Ir para conteúdo principal

Introdução a conexões analíticas

Você precisa criar e implantar ou ter acesso a modelos de aprendizado de máquina de terceiros, expondo terminais de API com base em REST, antes de criar e carregar conexões de aprendizado de máquina.

Existem várias plataformas de terceiros em que modelos de aprendizado de máquina podem ser criados, treinados e implantados, como:

  • Azure ML

  • Amazon SageMaker

Treinar um modelo de classificação com AutoML sem código no Azure Machine Learning Studio

Introdução ao Amazon SageMaker

Habilitando conexões analíticas para endpoints de aprendizado de máquina

Os endpoints de aprendizado de máquina estão desabilitados por padrão.

Os administradores de locatários podem habilitar endpoints de aprendizado de máquina no Management Console, sob Controle de recursos na janela Configurações.

Usando conexões analíticas e sintaxe de extensões no lado do servidor

As conexões analíticas podem enviar dados para endpoints de aprendizado de máquina expostos externamente para cálculos, e os dados retornados podem ser carregados em um aplicativo do Qlik Sense.

Scripts de carregamento de dados e expressões de gráfico são duas maneiras pelas quais conexões analíticas podem ser adicionadas a um aplicativo do Qlik Sense. Funções e parâmetros da extensão no lado do servidor (SSE) são processados no Qlik Sense e depois convertidos em solicitações REST que são enviadas a modelos de aprendizado de máquina. Os scripts de carregamento SSE e as expressões de gráfico devem respeitar a sintaxe SSE. Consulte Sintaxe das extensões no lado do servidor.

Script de carga de dados

  • Você pode retornar uma tabela da chamada SSE e carregar dados de conexões analíticas usando a instrução LOAD ... EXTENSION no script de carregamento de dados do Qlik Sense. Você pode enviar uma única tabela ao modelo, e uma única tabela de dados é retornada.

  • Quando você usa uma função SSE no script de carregamento de dados do Qlik Sense (a instrução LOAD ... EXTENSION excluída), a cardinalidade é preservada, e uma única coluna é retornada.

  • Chamadas de função SSE de qualquer outra instrução de carregamento, por exemplo Load ... From ..., apenas é compatível com tipos de função escalar e de agregação. Isso implica que os dados contendo n linhas resultarão em n chamadas para o modelo, a menos que você esteja agregando os dados resultando em uma única chamada.

  • Tipos de dados são detectados automaticamente em conexões analíticas. Se os dados não tiverem valores numéricos e pelo menos uma string de texto não NULL, o campo será considerado texto. Em qualquer outro caso, ele será considerado numérico. Você pode forçar o tipo de dados envolvendo um nome de campo com String() ou Mixed(). String() força o campo como texto. Se o campo for numérico, a parte de texto do valor duplo será extraída, e nenhuma conversão será realizada. Mixed() força o campo como duplo.

Expressões de gráfico

  • Expressões de gráfico não podem consumir uma tabela retornada da chamada de função SSE. Quando você usa uma função SSE em uma expressão de gráfico, a cardinalidade é preservada, e apenas a primeira coluna retornada será usada pelo Qlik Sense.