Ir para conteúdo principal

Tabelas parcialmente desconectadas

NESTA PÁGINA

Tabelas parcialmente desconectadas

Quando os dados que incluem referências circulares são carregados no QlikView, as tabelas parcialmente desconectadas são criadas automaticamente. Isso impede que as referências circulares criem um loop na lógica interna. As tabelas parcialmente desconectadas precisam ser tratadas para que se possam visualizar dados da maneira esperada e compreensível.

Criando Tabelas Parcialmente Desconectadas Intencionalmente

Em algumas situações especiais, convém desconectar alguns dados da lógica normal do QlikView. É possível usar tabelas parcialmente desconectadas para restringir seleções em um campo a serem propagadas para os outros campos na tabela.

Para definir uma tabela parcialmente desconectada, abra a caixa de diálogo Propriedades do Documento e selecione a aba Tabelas.

Este capítulo inclui alguns exemplos de como as tabelas parcialmente desconectadas alteram a lógica do QlikView.

Cada uma das três caixas de tabela a seguir representa uma tabela lida no QlikView:

Three table boxes: Table1, containing fields B and A; Table2, containing fields A and C; and Table3, containing fields C and D.

Se o valor 2 for selecionado no campo B, acontecerá o seguinte:

The tables are reduced, showing only 2 under B, y under A, 7 under C, and b under D.

A seleção passa por todas as tabelas e exclui valores não associados.

Agora vamos manter essa seleção, mas tornar a Table2 parcialmente desconectada. Isso significa que a lógica será interrompida entre os campos A e C na Table2. O resultado será semelhante a este:

All fields under A in Table2 are now y.

Note que a Table2 mostrada aqui é uma caixa de tabela e não a tabela em si. A caixa de tabela mostrará todas as combinações possíveis entre os campos de suas colunas. Como não existe lógica entre os campos A e C, todas as combinações de seus respectivos valores possíveis serão mostradas.

Example:  

As três tabelas abaixo são encontradas em uma estrutura bastante típica: uma tabela de transações e duas tabelas de dimensões, associadas através de um campo cada.

É possível visualizar as vendas por ano e o grupo de produtos usando uma tabela dinâmica. Próximo à tabela dinâmica, duas caixas de listagem mostram os campos de dimensão:

A pivot table and two list boxes.

Embora essa seja uma tabela dinâmica correta, os efeitos da lógica do QlikView agora poderiam levar a resultados indesejados. Se o ano 2012 for selecionado, você terá o seguinte resultado:

The year 2012 is selected, and the Z field is eliminated from the pivot table.

O grupo de produtos Z não está mais visível na tabela dinâmica. Isso é natural, pois o valor Z no campo ProdGrp foi excluído pela seleção do valor 2012 no campo Year. No entanto, ao analisar as vendas do ano de 2012, você provavelmente gostaria de ver Z no gráfico com um 0 na coluna sum(Amount), de forma que fique claro para todos que o grupo de produtos Z existe e que nada foi vendido em 2012.

De alguma forma, os dois campos Year e ProdGrp na realidade não têm relação alguma entre si e, portanto, não deveriam interagir simplesmente devido ao fato de estarem associados pela tabela Trans. Isso pode ser tratado declarando a tabela Trans como parcialmente desconectada, o que altera o layout da tabela dinâmica:

The year 2012 is selected, and the Z field remains.

Note que a seleção na lista Year não interpreta mais nenhum valor da lista ProdGrp.

Nota: Verifique se Suprimir Valores Iguais a Zero não está selecionado para dimensões na guia Apresentação da caixa de diálogo Propriedades de Gráfico.