Gerenciando big data com aplicativos on-demand

Aplicativos On-demand permitem carregar e analisar fontes de dados grandes no Qlik Sense Enterprise. Tentar analisar um repositório inteiro de big data de uma vez é um processo altamente ineficiente. No entanto, para criar visualizações representativas, todos os dados devem ser detectáveis. Aplicativos On-demand Qlik Sense dão aos usuários exibições agregadas de repositórios de big data e permitem que eles identifiquem e carreguem subconjuntos relevantes dos dados para análises detalhadas.

Aplicativos On-demand expandem os possíveis casos de uso para a descoberta de dados, permitindo que os usuários de negócios realizem análises associativas em fontes de dados maiores. Eles permitem que os usuários selecionem primeiro os dados sobre os quais eles estão interessados na descoberta de ideias e depois gerem interativamente um aplicativo On-demand com o qual eles podem analisar os dados com os recursos completos na memória do Qlik.

Componentes do aplicativo On-demand

O Qlik Sense gerencia o carregamento de fontes de dados extensas com aplicativos de seleção que fornecem exibições agregadas de dados extensos e também permite que um usuário aumente o zoom e analise dados com mais detalhes. Incorporados em cada aplicativo de seleção, existem links de navegação do aplicativo On-demand para um ou mais aplicativos modelo usados como base para a criação de aplicativos On-demand. Propriedades de links de navegação e aplicativos modelo permitem controlar estreitamente a forma e o volume dos dados carregados em aplicativos On-demand.

Aplicativos podem ser gerados repetidamente a partir do aplicativo modelo para controlar conjuntos de dados que mudam com frequência. Embora os dados sejam filtrados de acordo com as seleções feitas no aplicativo de seleção, o conteúdo do aplicativo On-demand é carregado dinamicamente a partir da fonte de dados subjacente. O mesmo aplicativo On-demand pode ser gerado várias vezes para fazer novas análises dos dados à medida que eles mudam.

Nota: A geração de aplicativo On-demand é controlada pelo serviço de aplicativo On-demand. O serviço está desabilitado por padrão e deve ser habilitado antes que aplicativos de seleção e modelo possam ser vinculados e aplicativos on-demand possam ser gerados. O serviço de aplicativo On-demand é gerenciado no Qlik Management Console.

Para obter mais informações, consulte Gerenciando aplicativos on-demand (somente em inglês).

 

Relações entre componentes do aplicativo on-demand.

On-demand app components.

Construindo aplicativos On-demand

Como aplicativos de seleção e de modelo On-demand requerem scripts de carregamento especiais, geralmente eles são criados por usuários com experiência de escrita de scripts de carregamento do Qlik Sense. Por exemplo, aplicativos de seleção On-demand devem carregar dados com um nível mais modesto de granularidade de dimensão. Aplicativos modelo On-demand contêm scripts de carregamento com expressões de vinculação de dados usadas para formular as consultas feitas nas fontes de dados.

Um aplicativo de seleção pode ser vinculado a vários aplicativos modelo, e um único aplicativo modelo pode ser vinculado a vários aplicativos de seleção. Porém, as expressões de vinculação de dados do aplicativo modelo devem corresponder aos campos nos aplicativos de seleção que se vinculam a ele. Por isso, os aplicativos de seleção e de modelo tendem a ser criados em conjunto uns com os outros e muitas vezes pelo mesmo escritor de script experiente.

Nota: Há aplicativos de seleção e modelo on-demand de amostra incluídos na instalação do Qlik Sense Enterprise em ProgramData\Qlik\Examples\OnDemandApp\sample.

A criação de links de navegação também requer uma compreensão dos campos no aplicativo de seleção que possuem ligações correspondentes no aplicativo modelo. Isso ocorre porque cada link de navegação requer uma expressão que calcula o número total de registros detalhados. Esse total representa os registros agregados acessíveis por meio do estado de seleção no aplicativo de seleção. Para criar essa expressão, é necessário que o usuário saiba como calcular a contagem total de registros do aplicativo modelo, usando os campos disponíveis no aplicativo de seleção.

Para obter mais informações, consulte Criando um aplicativo On-demand.

O uso de aplicativos de seleção para gerar aplicativos On-demand não exige que um usuário compreenda o script de carregamento. Uma vez que um link de navegação de aplicativo On-demand foi criado, um usuário pode arrastar esse link de navegação para a barra de navegação do aplicativo do aplicativo de seleção para criar um ponto de navegação do aplicativo. Aplicativos On-demand são, então, gerados a partir do ponto de navegação.

Pontos de navegação são disponibilizados para a geração de aplicativos On-demand quando o cálculo do máximo de linhas da expressão no link de navegação se enquadra no intervalo necessário. Nesse ponto, o usuário pode gerar um aplicativo On-demand. O usuário também pode fazer outro conjunto de seleções e gerar aplicativos adicionais com base nessas diferentes seleções.

Para obter mais informações, consulte Aplicativos On-demand.

Os links de navegação têm um limite quanto ao número de aplicativos On-demand que podem ser gerados a partir do link. Quando o número máximo de aplicativos tiver sido gerado, o usuário que estiver gerando aplicativos a partir do ponto de navegação deverá excluir um dos aplicativos existentes antes de gerar um novo aplicativo On-demand. O número máximo de aplicativos gerados aplica-se ao link de navegação do aplicativo On-demand. Se um ponto de navegação do aplicativo On-demand for criado a partir do link de navegação, então esse ponto de navegação poderá criar até o número máximo. Quando vários pontos de navegação são criados a partir do mesmo link de navegação, juntos esses pontos de navegação são limitados ao número máximo definido para o link de navegação.

Os links de navegação também definem um tempo de retenção para os aplicativos gerados. Aplicativos On-demand são excluídos automaticamente quando o período de retenção expira.

Publicando aplicativos On-demand

A maioria dos usuários usará aplicativos On-demand e de seleção depois de publicados. Quando os aplicativos de seleção são publicados em um fluxo, os usuários que possuem permissão apropriada nesse fluxo podem usá-los para fazer seleções agregadas e gerar aplicativos On-demand a partir dos pontos de navegação incluídos nos aplicativos de seleção. Assim como acontece com todos os aplicativos publicados, eles não podem ser alterados depois de publicados. Por exemplo, para adicionar pontos de navegação, o usuário teria que fazer uma cópia do aplicativo de seleção.

Em muitos casos, os usuários usam apenas aplicativos On-demand gerados. Cada aplicativo gerado pode ser publicado separadamente. Na verdade, o link de navegação do aplicativo pode especificar que os aplicativos gerados a partir dele sejam publicados automaticamente em um fluxo específico. Na verdade, o link de navegação do aplicativo pode especificar que os aplicativos gerados a partir dele sejam publicados automaticamente em um fluxo específico. Os usuários exploram as fatias selecionadas de dados carregados com os aplicativos On-demand gerados no fluxo no qual o aplicativo foi publicado.

Para obter mais informações, consulte Aplicativos On-demand.

Vantagens de aplicativos on-demand

Aplicativos on-demand ajudam os usuários corporativos e os departamentos de TI a obterem valor de ambientes de big data de várias formas. Aplicativos on-demand:

  • Fornecem aos usuários uma experiência de "lista de compras" que lhes permita preencher de forma interativa seus aplicativos com um subconjunto de dados, como período, segmento de clientes ou geografia.
  • Fornecem funcionalidade completa do Qlik Sense em um subconjunto latente hospedado na memória.

    Por outro lado, o Direct Discovery, que também pode gerenciar fontes de dados grandes, não mantém todos os dados relevantes na memória. Com o Direct Discovery, os dados de medida residem na fonte até a execução.

    Para obter mais informações, consulte Acessando grandes conjuntos de dados com Direct Discovery.

  • Permitem que a TI governe a amplitude de um aplicativo e chame aplicativos com base no volume de dados ou em seleções dimensionais.
  • Fornecem acesso a fontes de dados não SQL, como a função Teradata Aster, MapR, SAP BEx e PLACEHOLDER no SAP HANA.

    A execução de consultas não SQL é contrária ao Direct Discovery, que só pode ser usado com fontes de dados SQL.

  • Permitem a geração personalizável de script SQL e de carregamento.
  • Permitem o section access em todos os casos.