Unindo tabelas no Gerenciador de dados

Unir é uma operação que pode ser usada para combinar manualmente os dados de duas tabelas, produzindo resultados variados, dependendo da configuração selecionada. Isso permite um controle mais granular sobre tabelas combinadas do que com concatenação. Consulte Concatenando tabelas no Gerenciador de dados para saber mais sobre concatenação.

A operação de União pega duas tabelas e as combina em uma, que será uma combinação dos campos nas duas tabelas originais, com base na sobreposição de um valor comum para um ou vários campos comuns. Há vários operadores que podem ser aplicados às operações de União: Externa, Interna, Esquerda e Direita.

Aviso: Uma tabela unida ainda ocupa a quantidade de memória conforme as tabelas combinadas nela. O uso excessivo de tabelas unidas pode causar lentidão no Qlik Sense. As informações excluídas por uma operação de união não serão acessíveis pelo Qlik Sense até que a tabela seja dividida.

Operadores de união

Existem quatro operadores de união: União externa, União interna, União esquerda e União direita. O operador selecionado determina quais campos ou valores sobrepostos são incluídos ou excluídos.

Nota: Quando os operadores de união se referem às tabelas Esquerda e Direita, eles estão se referindo à primeira e à segunda tabelas respectivamente, em ordem de seleção.

União externa

O operador União externa contém todas as combinações possíveis de valores das duas tabelas, se os valores de campo sobrepostos estiverem representados em uma ou ambas as tabelas. Para obter uma explicação e exemplos mais detalhados, consulte a entrada de referência de script: Outer.

Example:  

First table

 

A

B

1

aa

2

cc

3

ee

Second table

 

A

C

1

xx

4

yy

Tabela unida

 

 

A

B

C

1

aa

xx

2

cc

3

ee

4

yy

União interna

O operador União interna só contém combinações de valores das duas tabelas, se os valores de campo sobrepostos estiverem representados em ambas as tabelas. Para obter uma explicação e exemplos mais detalhados, consulte a entrada de referência de script: Inner.

Example:  

First table

 

A

B

1

aa

2

cc

3

ee

Second table

 

A

C

1

xx

4

yy

Joined table

 

 

A

B

C

1

aa

xx

União esquerda

O operador União esquerda contém combinações de valores das duas tabelas, se os valores de campo sobrepostos estiverem representados na primeira tabela. Para obter uma explicação e exemplos mais detalhados, consulte a entrada de referência de script: Left.

Example:  

First table

 

A

B

1

aa

2

cc

3

ee

Right table

 

A

C

1

xx

4

yy

Joined table

 

 

A

B

C

1

aa

xx

2

cc

 

3

ee

 

União direita

O operador União direita contém combinações de valores das duas tabelas, se os valores de campo sobrepostos estiverem representados na segunda tabela. Para obter uma explicação e exemplos mais detalhados, consulte a entrada de referência de script: Right.

Example:  

First table

 

A

B

1

aa

2

cc

3

ee

Second table

 

A

C

1

xx

4

yy

Joined table

 

 

A

B

C

1

aa

xx

4

 

yy

União de tabelas

O painel Concatenar ou unir tabelas é acessado clicando em ¥ no Gerenciador de dados, clicando em Concatenar ou unir e selecionando duas tabelas. Quando tabelas são selecionadas em Concatenar ou unir tabelas, o Qlik Sense analisa os campos e mapeia automaticamente todos os campos que correspondem. Se não houver correspondências claras, os campos serão deixados não mapeados. Quando a união é aplicada, os campos mapeados são combinados na tabela de união. Os campos não mapeados são incluídos como campos individuais com valores nulos para as linhas em que não há valor correspondente ou são excluídos inteiramente se não houver instâncias sobrepostas do valor.

A primeira tabela selecionada em Concatenar ou unir tabelas é definida como a tabela primária, a tabela na qual a outra tabela é unida. A tabela unida usa os nomes de tabela e de campo da tabela primária, a menos que esses sejam renomeados manualmente. Você pode alterar qual tabela é a primária com o botão . Concatenar ou unir tabelas organiza os campos em duas linhas, com os campos da tabela primária na linha superior e os campos da tabela secundária na linha inferior. Você pode alternar as tabelas primária e secundária com o botão .

Você pode usar Editar mapeamentos para alterar o mapeamento padrão e selecionar quais campos mapear, deixar não mapeados ou excluir da tabela unida. Editar mapeamentos contém uma interface de arrastar e soltar para editar mapeamentos e o painel Campos, que lista todos os campos da tabela. Os campos podem ser mapeados ao serem arrastados para baixo de um campo de tabela primária. Os campos podem ser adicionados como um novo campo não mapeado por ao lado do campo no painel Campos ou sendo arrastados para a linha superior de campos. Os campos não mapeados são marcados com ù no painel Campos. Os campos removidos da tabela unida não são incluídos na tabela e não estão disponíveis para uso no Qlik Sense depois que as uniões são aplicadas à tabela.

Depois que os mapeamentos são aplicados e as tabelas são unidas, você não pode editar os campos mapeados, mas eles podem ser removidos das tabelas, dividindo a tabela unida, o que restaura as tabelas para seu estado original.

Para unir tabelas no Gerenciador de dados, faça o seguinte:

  1. Selecione as tabelas para união.
  2. Opcionalmente, renomeie a tabela unida e os nomes de campo.
  3. Opcionalmente, edite os mapeamentos.
  4. Selecione o operador de união.
  5. Una as tabelas.

Selecionando as tabelas para união

Faça o seguinte:

  1. No Gerenciador de dados, clique em ¥ na linha inferior.
  2. Clique em Concatenar ou unir.

    O painel Concatenar ou unir tabelas é aberto.

  3. Selecione duas tabelas.

    Os campos de ambas as tabelas serão mapeados ou deixados não mapeados no painel Concatenar ou unir tabelas.

  4. Para visualizar uma amostra de valores exclusivos em cada campo, clique em .
  5. Para alternar as tabelas primária e secundária, clique em .

Renomeando a tabela e os nomes de campo

Faça o seguinte:

  1. No painel Concatenar ou unir tabelas, no campo de nome da tabela, digite um novo nome de tabela.
  2. Em um campo de nome do campo, digite um novo nome do campo.

Editando mapeamentos

Faça o seguinte:

  1. No painel Concatenar ou unir tabelas, clique em Editar mapeamentos.
  2. Para mapear dois campos, clique e arraste um campo de tabela sob um campo da tabela primária.
  3. Para adicionar um novo campo não mapeado, clique e arraste um campo de tabela para a linha superior de campos.
  4. Para remover um campo da tabela unida, no campo, clique em E.
  5. Para retornar um campo removido de volta à tabela, clique no painel Campos e clique em ao lado do campo.
  6. Clique em Editar mapeamentos para fechar Editar mapeamentos.

Selecione o operador de união

Faça o seguinte:

  1. No painel Concatenar ou unir tabelas, clique em Selecionar ação.
  2. Selecione um operador na lista: União externa, União interna, União esquerda ou União direita.

União de tabelas

Faça o seguinte:

  • No painel Concatenar ou unir tabelas, clique em Aplicar.

As tabelas agora estão unidas.

Dividindo tabelas unidas

Nos casos em que a união não é mais necessária, você pode dividir as tabelas unidas em suas tabelas de origem.

Nota:

A divisão de uma tabela unida removerá todas as associações que ela teve, bem como as associações que as tabelas primária e secundária tiveram entre si. Se você quiser preservar suas associações ao dividir tabelas unidas, clique em B para desfazer a união em vez de dividir a tabela. Você não pode usar B para desfazer uniões depois de carregar dados no Gerenciador de dados.

Dividindo uma tabela unida

Faça o seguinte:

  1. Selecione a tabela unida.
  2. Clique em .

A tabela agora é dividida em suas tabelas de origem. Todos os campos nas tabelas de origem e seus campos têm seus nomes de pré-união. A divisão de uma tabela unida divide apenas um nível de união, para que todas as tabelas que fazem parte da tabela unida com divisão tenham sua própria união preservada.