Tabela dinâmica

A tabela dinâmica apresenta dimensões e medidas como linhas e colunas em uma tabela. Em uma tabela dinâmica, você pode analisar os dados por múltiplas medidas e em várias dimensões ao mesmo tempo. Você pode reorganizar as medidas e dimensões para obter diferentes exibições dos dados. A atividade de mover medidas e dimensões alternadamente entre as linhas e colunas é conhecida como 'criar uma tabela dinâmica'.

Pivot table with dimensions Customer, Product Group, and Item and measures Quantity and Sales.

Quando usar

A tabela dinâmica é particularmente útil quando você deseja incluir várias dimensões ou medidas em uma única tabela, e depois reorganizá-las para ver diferentes subtotais.

Vantagens

Ela é muito poderosa quando você deseja analisar múltiplas dimensões e medidas de uma só vez, e depois reorganizá-las para obter uma perspectiva diferente dos seus dados. Outra vantagem é que você pode expandir as linhas em que está interessado, mantendo as demais linhas recolhidas.

Desvantagens

Ela pode parecer um pouco complicada e não dá percepções resumidas.

Criando uma tabela dinâmica

Você pode criar uma nova tabela dinâmica na pasta que está editando.

Faça o seguinte:

  1. Do painel de ativos, arraste uma tabela dinâmica vazia para a pasta.
  2. Clique Adicionar dimensão e selecione uma dimensão ou um campo.
  3. Clique em Adicionar medida e selecione uma medida ou crie uma medida a partir de um campo.

Ao criar a tabela dinâmica, você pode ajustar sua aparência e outras configurações no painel de propriedades.

Criação de tabela dinâmica

Quando você quiser reorganizar os dados para obter uma nova exibição, arraste os itens para o novo local, que pode ser uma coluna ou linha. Na seguinte tabela dinâmica, a dimensão Customer foi arrastada até a posição depois de Product Group, e a dimensão Item até a posição antes de Product Group. Como consequência, as dimensões são agora principalmente classificadas por Item. O foco mudou de Customer para Item. Expandindo as dimensões, você pode descobrir as quantidades e as vendas para cada cliente, mas existe outra maneira de alcançar esse objetivo.

Pivot table with rearranged data.

Movendo a dimensão Customer das linhas para as colunas, você mantém o foco na dimensão Item, mas também obtém a distribuição de itens por cliente. O movimento torna a tabela dinâmica mais densa em informações.

Pivot table with rearranged data.

Agrupamento de medidas

Como você deve ter notado, Quantity e Sales não são apresentadas como medidas separadas na linha superior da coluna. Ao lado da dimensão Customer, você encontra um item chamado Medidas. Quando você usa mais de uma medida, as medidas são agrupadas automaticamente formando o grupo Medidas, que, como um todo pode ser adicionado à seção de linhas ou de colunas. O grupo de medidas não é editável na tabela. Você não pode dividir o item de medida e usar uma medida como uma linha e outra como uma coluna, nem pode alterar a ordem em que as medidas são apresentadas. As alterações no item Medidas são feitas no painel de propriedades.

Diferentes formas de criar tabelas dinâmicas

Basicamente, essa criação envolve arrastar as dimensões e medidas de linhas para colunas e de colunas para linhas, mas você tem duas opções para realizá-la.

  • Na tabela dinâmica (na edição e na análise).
  • No painel de propriedades (apenas durante a edição).

Criando tabelas dinâmicas usando o painel de propriedades

No painel de propriedades, você pode adicionar medidas e dimensões à tabela dinâmica e também pode mover as dimensões e medidas para linhas ou colunas. Quando você usa mais de uma medida, as medidas são agrupadas e um item Medidas é criado. Você pode alterar a ordem interna das dimensões e medidas, mas quando você tiver mais de uma medida, o grupo de medidas é movido como um todo.

Properties panel.

Agrupamento global

Com o agrupamento global, você pode usar conjunto de dados limitados e, nesse conjunto de dados, pode selecionar valores a serem enfocados, tais como os melhores trimestres, os melhores vendedores ou os piores produtos de venda.

Você pode considerar agrupamento global como um procedimento de duas etapas. Primeiramente, você deve aplicar uma limitação ao conjunto de dados e, em seguida, na lista resultante, você deve aplicar a mesma limitação contra a dimensão interna (ou seja, a segunda dimensão na hierarquia de classificação) para mostrar somente os resultados dos valores de dimensão internos selecionados.

Example:  

Na seguinte tabela dinâmica, nenhuma limitação é aplicada. Os valores são classificados em Sales, em ordem decrescente. A lista é longa e os valores de 2013 não são mostrados.

Pivot table, no limitation is applied.

Na seguinte tabela dinâmica, uma limitação foi aplicada à dimensão (interna) Sales Rep Name, de modo que somente os cinco melhores representantes de vendas para os anos 2013 e 2014 são mostrados.

A próxima etapa é selecionar agrupamento global no painel de propriedades. A opção Agrupamento global é disponibilizada somente quando você tiver aplicado uma limitação na dimensão.

Quando o agrupamento global for selecionado, a limitação dos cinco melhores representantes de vendas será aplicada novamente, mas, dessa vez, independentemente da dimensão Year. Os cinco representantes de vendas com as maiores vendas (em 2013 ou 2014) serão os únicos apresentados na tabela dinâmica final.

A seguinte imagem mostra os seis melhores resultados de 2014 e 2013. Os quatro melhores resultados são de 2014, mas o quinto (John Greg) é de 2013. Como outros cinco representantes de vendas possuem vendas maiores que Brenda Gibson (que foi a número cinco em 2014), ela é tirada da lista.

Six highest results for 2014 and 2013.

A seguinte imagem mostra a tabela dinâmica com agrupamento global aplicado. A tabela dinâmica contém somente os resultados de vendas para os cinco melhores representantes de vendas. Embora Brenda Gibson tenha tido um resultado melhor do que John Greg em 2014, o resultado dele em 2013 o qualificou para a lista dos cinco melhores.

Pivot table with global grouping applied.