Gráfico de caixa

O gráfico de caixa é adequado para comparar o intervalo e distribuição de grupos de dados numéricos, ilustrado por uma caixa com whiskers, e uma linha central no meio. Os whiskers representam valores de referência alta e baixa para exclusão de valores discrepantes. Você pode definir os pontos de início e fim da caixa, e intervalos de caixa estreita com algumas predefinições diferentes, ou ainda definir suas próprias configurações usando expressões.

Box plot.

  1. Primeira caixa estreita
  2. Início da caixa
  3. Linha central
  4. Fim da caixa
  5. Última caixa estreita
Dica: Você pode posicionar o mouse sobre uma caixa para exibir uma janela pop-up mostrando os respectivos valores dos elementos de plotagem da caixa.

Quando usar

O gráfico de caixa é adequado para comparar intervalo e distribuição para grupos de dados numéricos.

Vantagens: O gráfico de caixa organiza grandes quantidades de dados e visualiza valores discrepantes.

Desvantagens: O gráfico de caixa não é relevante para análises detalhadas dos dados, uma vez que lida com um resumo da distribuição de dados.

Criando um gráfico de caixa

Você pode criar um gráfico de caixa na pasta que estiver editando.

Em uma gráfico de caixa, é necessário usar uma ou duas dimensões e apenas uma medida. Se você usar uma dimensão única, receberá uma visualização de caixa única. Se você usar duas dimensões, terá uma caixa para cada valor da segunda dimensão, ou externa.

Nota: Você não pode usar dimensões calculadas em uma plotagem de caixa.

Faça o seguinte:

  1. Do painel de ativos, arraste um gráfico de caixa vazio para a pasta.
  2. Adicione a primeira dimensão.

    Essa é a dimensão interna, que define uma caixa.

  3. Adicione uma segunda dimensão.

    Essa é a dimensão externa, que define as caixas mostradas no eixo de dimensão.

  4. Clique em Adicionar medida e crie uma medida a partir de um campo. A medida não precisa conter uma agregação.

Ao criar o gráfico de caixa, você pode ajustar sua aparência e outras configurações no painel de propriedades. Por padrão, a predefinição Padrão (Tukey) é usada

Alterando a definição da plotagem de caixa

Você pode usar uma das três predefinições, disponíveis em Elementos de plotagem da caixa no painel de propriedades, para definir seu gráfico de caixa.

  • Padrão (Tukey)

    Essa pré-definição é baseada na definição original de gráfico de caixa por J. Tukey. A linha central representa a mediana (segundo quartil) e os pontos inicial e final de caixa representam o primeiro e terceiro quartis. O comprimento de caixa estreita pode ser definido para intervalos de 1, 1,5 ou 2 interquartis. Uma faixa interquartil representa a diferença entre o primeiro e o terceiro quartis.

  • Com base em percentil

    Essa predefinição também é definida com os pontos inicial e final de caixa representando o primeiro e o terceiro quartis e a linha central representando a mediana, mas o comprimento de caixa estreita é ajustado ao configurar um percentual baseado na posição de caixa estreita.

  • Desvio padrão

    Essa predefinição é baseada em desvios padrão, com a linha central representando o valor médio, e os pontos inicial e final de caixa representando uma variação de desvio padrão. Você pode definir o comprimento de caixa estreita para um múltiplo de desvios padrão.

Você também pode definir um gráfico de caixa personalizado onde define o valor de cada elemento de gráfico de caixa usando uma expressão.