autonumberhash256 - função de script

Essa função de script calcula um hash de 256 bits dos valores combinados de entrada da expressão e retorna um valor inteiro exclusivo para cada valor de hash distinto encontrado durante a execução do script. Esta função pode ser usada, por exemplo, para criar uma representação de memória compacta de uma chave composta.

Nota: Você só pode conectar chaves autonumberhash256 que foram geradas na mesma carga de dados, enquanto que um inteiro é gerado de acordo com a ordem em que a tabela é lida. Se você precisa usar chaves que são persistentes entre carga de dados, independente de triagem de fontes de dados, você deve usar as funções hash128, hash160 ou hash256.

Syntax:  

autonumberhash256(expression {, expression})

 

Example: Criando uma chave composta

Neste exemplo, criamos uma chave composta usando a função autonumberhash256 para preservar a memória. O exemplo é breve para fins de demonstração, mas seria significativo com uma tabela contendo um grande número de linhas.

Region Year Month Sales
North 2014 May 245
North 2014 May 347
North 2014 June 127
South 2014 June 645
South 2013 May 367
South 2013 May 221

Os dados de origem são carregados usando dados inline. Em seguida, adicione uma carga anterior, que cria uma chave composta a partir dos campos Region, Year e Month.

RegionSales: LOAD *, AutoNumberHash256(Region, Year, Month) as RYMkey; LOAD * INLINE [ Region, Year, Month, Sales North, 2014, May, 245 North, 2014, May, 347 North, 2014, June, 127 South, 2014, June, 645 South, 2013, May, 367 South, 2013, May, 221 ];

 

A tabela resultante tem a seguinte aparência:

Region Year Month Sales RYMkey
North 2014 May 245 1
North 2014 May 347 1
North 2014 June 127 2
South 2014 June 645 3
South 2013 May 367 4
South 2013 May 221 4

Neste exemplo, você pode consultar a RYMkey, para o exemplo 1, em vez de a string 'North2014May', se você precisa conectar-se a uma outra tabela.

Agora, carregaremos uma tabela de origem de custos de uma forma similar. Os campos Region, Year e Month são excluídos da carga anterior para evitar a criação de uma chave sintética, já estamos criando uma chave composta com a função autonumberhash256, ligando as tabelas.

RegionCosts: LOAD Costs, AutoNumberHash256(Region, Year, Month) as RYMkey; LOAD * INLINE [ Region, Year, Month, Costs South, 2013, May, 167 North, 2014, May, 56 North, 2014, June, 199 South, 2014, June, 64 South, 2013, May, 172 South, 2013, May, 126 ];

 

Agora, podemos adicionar uma visualização de tabela a uma pasta e adicionar os campos Region, Year e Month, bem como as medidas de Soma para vendas e custos. A tabela terá a seguinte aparência:

Region Year Month Sum([Sales]) Sum([Costs])
Totals     1952 784
North 2014 June 127 199
North 2014 May 592 56
South 2014 June 645 64
South 2013 May 588 465