Criando visualizações

Visualizações permitem que você apresente dados para que os usuários do seu aplicativo possam interpretá-los e explorá-los. Por exemplo, você pode mostrar um gráfico de barras que compara números de vendas para diferentes regiões ou uma tabela com valores precisos para os mesmos dados. Boas visualizações ajudam você a interpretar de forma rápida e precisa os dados exibidos.

Visualizações são fáceis de adicionar e personalizar. Elas podem assumir a forma de gráficos (como gráficos de barras, gráficos de pizza, tabelas, mostradores e mapas de árvore) ou objetos personalizados criados com o uso de ferramentas no Qlik Sense Dev Hub. A interatividade, como descer e filtrar, está incorporada, porque o Qlik Sense realça automaticamente os itens associados com suas seleções. Com funcionalidades específicas para as diferentes visualizações, você pode melhorar ainda mais a interatividade.

Um exemplo de pasta com quatro visualizações diferentes.

Sheet with visualizations.

Para construir visualizações eficazes, você deve:

  • Compreender as fontes de dados das suas visualizações
  • Selecione tipos de visualização que correspondam às suas finalidades
  • Atualize visualizações para ajudar os usuários a compreender os dados

Compreender as fontes de dados das suas visualizações

Para projetar uma visualização efetiva com um propósito claro, você precisa compreender seus dados. As seguintes perguntas o ajudarão a descobrir o que você deseja transmitir com seus dados:

  • Qual é o tipo de dados? Dados nominais, ordinais, de intervalo ou de relação?
  • Como as diferentes partes dos dados se relacionam entre si?
  • Você consegue organizar os dados de uma forma que facilite a criação de suas visualizações?
  • O que você quer comunicar com os seus dados?
  • Existem dimensões ou medidas que você deseja reutilizar em várias visualizações?

Você também precisa compreender seus dados em termos de campos, dimensões e medidas. Isso afeta a forma como os seus dados são usados nas suas visualizações.

Selecione tipos de visualização que correspondam às suas finalidades

Cada tipo de visualização tem um objetivo específico. Você precisa pensar no propósito da sua visualização e escolher um tipo de visualização que permita explorar seus dados para esse propósito de forma eficaz.

Por exemplo: Você quer mostrar como uma medida, vendas trimestrais, se comporta ao longo do tempo. Você deve criar um gráfico de linhas, pois um dos pontos fortes desse tipo de gráfico é mostrar como os valores das medidas mudam ao longo do tempo.

Para obter mais informações, consulte Quando usar qual tipo de visualização.

Se você não tem certeza de quais tipos de visualização usar com os seus dados, o Qlik Sense oferece dois métodos de criação de visualizações com assistência:

  • Você pode usar o consultor de insights para que o Qlik Sense analise seus dados e gere uma seleção de visualizações. Dessa forma, você pode optar por adicionar essas visualizações às suas pastas.

    Para obter mais informações, consulte Criando visualizações com base nos seus dados usando o assessor de ideias.

  • Você também pode criar visualizações usando sugestões de gráficos, arrastando um campo até a pasta a partir do painel de ativos e arrastando campos adicionais desejados na visualização até o primeiro campo. Em seguida, o Qlik Sense cria uma visualização sugerida com base nos campos selecionados para a visualização.

    Para obter mais informações, consulte Criando visualizações com o uso de sugestões de gráficos.

Atualizar visualizações para melhorar a forma como os dados são exibidos

À medida que você cria suas visualizações, pode modificá-las para melhorar a forma como os dados são exibidos e destacados na pasta. Você também pode alterar os dados dentro dela ou mudar a visualização para outro tipo.