O que é formalismo Backus-Naur?

As sintaxes da linha de comando e do script do Qlik Sense são descritas em uma notação denominada formalismo de Backus-Naur ou código BNF.

A seguinte tabela fornece uma lista de símbolos usados no código BNF, com uma descrição de como são interpretados:

| Lógica OR: o símbolo pode ser usado em qualquer um dos lados.
( ) Parênteses que definem a precedência: usados para estrutura a sintaxe BNF.
[ ] Colchetes: os itens entre colchetes são opcionais.
{ } Chaves: os itens entre chaves podem não ser repetidos ou ser repetidos mais vezes.
Símbolo Uma categoria sintática não terminal, que: pode ser dividida em outros símbolos. Por exemplo, compostos dos símbolos acima e outros não terminais, caracteres de texto e assim por diante.
::= Marca o início de um bloco que define um símbolo.
LOAD Um símbolo terminal que consiste em caracteres de texto. Deve ser escrito como está no script.

Todos os símbolos terminais são impressos em bold face. Por exemplo, "(" deve ser interpretado como um parêntese que define a precedência. Já "(" deve ser interpretado como um caractere a ser impresso no script.

Example:  

A descrição do comando alias é:

alias fieldname as aliasname { , fieldname as aliasname}

Isso deve ser interpretado como o caractere de texto "alias", seguido por um nome de campo arbitrário, seguido pelo caractere de texto "as", seguido por um nome de alias arbitrário. Qualquer quantidade de combinações adicionais de “fieldname as alias” pode ser fornecida, separada por vírgulas.

Os comandos a seguir estão corretos:

alias a as first;

alias a as first, b as second;

alias a as first, b as second, c as third;

Já os comandos a seguir não estão corretos:

alias a as first b as second;

alias a as first { , b as second };