Expansão de sinal de dólar usando uma variável

Ao utilizar uma variável para a substituição de texto no script ou em uma expressão, é usada a seguinte sintaxe:

$(variablename)      

$(variablename) expande para o valor na variável. Se variablename não existir, a expansão resultará em uma string vazia.

Para expansões variáveis numéricas, use a seguinte sintaxe:

$(#variablename)      

Ela sempre gera uma representação de ponto decimal válido do valor numérico da variável, possivelmente com notação exponencial (para números muito grandes/pequenos). Se variablename não existir ou não contiver um valor numérico, expandirá para 0.

Example:  

SET DecimalSep=',';

LET X = 7/2;

A expansão de sinal de dólar $(X) expande para 3,5 e $(#X) expande para 3.5.

Example:  

Set Mypath=C:\MyDocs\Files\;

...

LOAD * from $(MyPath)abc.csv;

Os dados serão carregados de C:\MyDocs\Files\abc.csv.

Example:  

Set CurrentYear=1992;

...

SQL SELECT * FROM table1 WHERE Year=$(CurrentYear);

As linhas com Year=1992 serão selecionadas.

Example:  

Set vConcatenate = ; For each vFile in FileList('.\*.txt') Data: $(vConcatenate) LOAD * FROM [$(vFile)]; Set vConcatenate = Concatenate ; Next vFile

Neste exemplo, todos os arquivos .txt no diretório são carregados usando o prefixo Concatenate. Isso pode ser necessário se os campos forem ligeiramente diferentes e, nesse caso, a concatenação automática não funciona. A variável vConcatenate é inicialmente configurada como uma string vazia, pois o prefixo Concatenate não pode ser usado no primeiro carregamento. Se o diretório contiver três arquivos chamados file1.txt, file2.txt e file3.txt, a declaração LOAD durante as três iterações será expandida para:

LOAD * FROM[.\file1.txt];

Concatenate LOAD * FROM[.\file2.txt];

Concatenate LOAD * FROM[.\file3.txt];